ESCRITURAS - TESTAMENTO - SEPARAÇÃO - DIVÓRCIO - INVENTÁRIO - PROCURAÇÃO

AUTENTICAÇÃO - RECONHECIMENTO DE FIRMA - ATA NOTARIAL - CONTRATOS E OUTROS

LINHARES - ES - Segunda-Feira, Dia 18 de Fevereiro de 2019

ATENDIMENTO:

(27) 3264-9350 / (27) 99665-5600 / (27) 98832-1677

Senado: Aprovada validade nacional de Declaração de Nascido Vivo
Quinta-Feira, Dia 10 de Maio de 2012
fonte: Site do Senado Federal

A Declaração de Nascido Vivo (DNV) poderá passar a ter validade em todo o território nacional enquanto o recém-nascido não tiver a certidão de nascimento. A medida consta de Projeto de Lei da Câmara (PLC 120/11) aprovado, nesta quarta-feira (9), pelo Plenário do Senado. O texto havia sido aprovado pela manhã, em regime de urgência, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e agora vai à sanção presidencial.

 

De iniciativa do Poder Executivo, o projeto altera a Lei de Registros Públicos (Lei 6.015/73) para obrigar a emissão do DNV para todos os nascimentos com vida ocorridos no País. A declaração deverá ser emitida por profissional de saúde responsável pelo acompanhamento da gestação, do parto ou do recém-nascido, inscrito no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) ou no respectivo conselho profissional.

 

Ainda segundo a proposta, o documento terá validade apenas para fins de elaboração de políticas públicas e lavratura do assento de nascimento. A relatora, senadora Marta Suplicy (PT-SP), observou que a DNV não substitui o registro de nascimento. A certidão de nascimento é obrigatória e gratuita e contém número de identificação nacionalmente unificado gerado pelo Ministério da Saúde.

 

— No mérito, é louvável a iniciativa do Poder Executivo, que apresenta medida hábil a reduzir o número e as conseqüências dos subregistros e registros tardios – afirmou Marta Suplicy.

 

Segundo ressaltou a relatora, a subnotificação dos nascimentos é um problema grave no Brasil. Em 2002, a taxa nacional de subregistro era de 20% (830 mil crianças que não eram registradas em seu primeiro ano de vida), conforme dados do IBGE. A mudança desse quadro começou em 2003 com o início da Mobilização Nacional para o Registro Civil de Nascimento. Esse esforço levou à redução daquele percentual para 6,6% (167 mil crianças não registradas) em 2010, assinalou Marta Suplicy.

Voltar
Cartório Reis - 2º Ofício Tabelionato de Linhares
Avenida João Felipe Calmon, nº 735
Centro - Linhares - ES - CEP 29.900-010
O Cartório funciona no horário de almoço.
Telefone(s): (27) 3264-9350 / (27) 99665-5600 / (27) 98832-1677
Desenvolvimento:
PROGED SOLUÇÕES PAPERLESS